Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Antes e Depois

por Diana M., em 28.09.15

Há cerca de dois anos, mais ou menos, comecei a ganhar um certo interesse por maquilhagem e comecei a apostar nisso. Neste momento posso dizer que gosto imenso de maquilhagem, embora não a use todos os dias, principalmente naqueles dias que só apetece estar a preguiçar mais 10 minutos na cama... No entanto, adoro todo aquele processo de pôr a base, blush, as sombras, o batom, o rímel... Gosto mesmo! Para quem teve sempre uma baixa auto-estima, que nunca tratou da sua imagem, dar por si a olhar para o espelho, sentir-se vaidosa e a gostar do processo de se maquilhar, é algo novo para mim. Como diria a Jasmine: "A whole new wooooorld!"

 

Faço coisas simples, nada de exagerado, até porque não tenho muita prática, mas que servem para dar ao meu rosto um "upgrade". E é disso que gosto, ver o meu rosto transformar-se para melhor, esconder as imperfeições e acentuar o que tenho de bom. E eu, que não sou pessoa de selfies nem tenho jeito para posar para a câmara, venho-vos mostrar o meu antes e depois da maquilhagem. Aproveitei que me ia maquilhar e tirei umas fotografias - antes de me maquilhar e depois. E eis a diferença!

 

mix.jpg

A maior diferença é, claramente, a pele. Tenho sardas, algumas manchas, o nariz está quase sempre avermelhado, tenho dermatite seborreica e a pele sensível. Isto tudo faz com que o tom da minha pele não seja homogéneo e, por isso, é onde tento apostar mais, para ter uma pele com melhor aparência. Depois o resto, gosto de marcar o contorno dos meus olhos, apostar no rímel e o batom, para o dia-a-dia, é um "my lips but better".

Não é todos os dias que me dou ao trabalho de fazer isto, embora já só me demore pouco mais de 10 minutos (antes demorava uma meia hora), mas gosto muito de todo este processo - especialmente se a minha pele estiver num dia não.   

 

Muitas vezes ouço dizer que quem aposta na sua imagem é superficial e não tem muita massa cinzenta dentro do crânio, e que para seres levada a sério e seres vista como inteligente tens que descurar a tua imagem, para mostrar que dás mais importância a outras coisas. Bullshit. Podes e deves apostar no teu visual - seja nas roupas, no cabelo, maquilhagem, whatever - se isso te faz sentir bem e bonita. E isso não é um sinónimo de falta de inteligência. Cada um tem que se sentir bem na sua pele - seja com ou sem maquilhagem. E é isso que importa. Deixem lá de olhar de lado e criticar alguém que nem sequer conhecem só pela forma como ela se apresenta. É injusto e redutor.

 

E é isto. Se gostam de usar maquilhagem, maquilhem-se! Se não gostam, não se maquilhem! E vamos todos ser felizes sendo fiéis àquilo que somos. Sim? Sim!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Onde é que está...

por Diana M., em 26.09.15

... o Outono? Onde?? Há dias ouvi na rádio comercial a chegada do Outono em primeiríssima mão, mas ainda não o vi!

Onde andam as temperaturas perto e ligeiramente abaixo dos 20 graus? Quando é que posso começar a usar casacos, camisolas e botas? Quando é que já posso acender a lareira? (imaginária, porque não tenho lareira, mas deixem-me sonhar) Quando é que me posso enrolar numa manta, no sofá, a ver um filme? Quando é que começam as primeiras chuvas? Quando é que posso ir a Sintra pisar folhas secas e caídas??

Ó Outono, dá lá um jeitinho e vem depressa, que eu gosto tanto de ti...

Red-Autumn.jpg.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Desafio 52 Semanas - Semana #22

por Diana M., em 24.09.15

1 (6).jpg

Leite de Soja

Aqui a flor de estufa descobriu que é intolerante à lactose há mais de um ano, então vai de leite de soja. Que é bom, gosto bastante, e é coisa que tem de haver sempre, porque bebo leite ao pequeno-almoço e ao lanche.

 

Chourição

Ai meu deus o que eu adoro chourição, principalmente em tostas...

 

Ovos

Porque é sempre o último recurso quando não nos apetece fazer grandes refeições. Ovo estrelado, ovo mexido, ovo cozido... No pão, com noodles, com batatas fritas, com legumes. Coisa mais prática e simples.

 

Molhos

Ketchup e maionese de alho. Têm de lá estar!


Bolonhesa

Outro atalho para quando não se tem muita pachorra para cozinhar. Faz-se um tacho de molho à bolonhesa com carne picada, põe-se no frigorífico e depois é só usar quando nos apetecer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Estreias que quero ver

por Diana M., em 18.09.15

Eu sou uma acumuladora. Acumulo livros por ler, filmes para ver, séries para pôr em dia... E hoje lembrei-me de falar de filmes que aí vêm e que quero muito, muito ir ver. Aqui ficam os filmes que quero ver e que vão estrear até ao fim do ano.

 

Macbeth

MacbethPoster.jpg

Este não tem data de estreia para terras lusas, mas estreia a 2 de Outubro no Reino Unido. Conta com Michael Fassbender como Macbeth e Marion Cottilard como Lady Macbeth. Este filme tresanda a óscares e fiquei com expectativas muito altas depois de ver os trailers. Acho que passa muito bem a atmosfera sobrenatural, a intriga e a ambição das personagens. Adoro esta peça de Shakespeare e quero muito ver como está a sua adaptação para o cinema, ainda por cima com tão portentosas actuações. Trailer aqui.

 

Perdido em Marte (The Martian)

the-martian-poster.jpg

Depois de ter lido o livro de Andy Weir, em Junho, e de ter adorado, é claro que fiquei com imensa vontade de ver o filme. Também através do trailer achei que o Matt Damon encaixa muito bem no papel de Mark Watney. Com realização de Riddley Scott, tem data de estreia para cá dia 1 de Outubro, e o trailer fica aqui

 

A Colina Vermelha (Crimson Peak)

crimson.jpg

Aqui temos um filme de horror, com uma estética muito gótica, de Guillermo del Toro, com Tom Hiddleston, Mia Wasikowska e Jessica Chastain. Mesmo apropriado para o mês de Outubro, o mês do Halloween. Estreia a 22 de Outubro e parece ser um filme mesmo à minha medida. Adorei tudo o que está no trailer, só tenho receio que seja daqueles trailers que são melhores que o filme. Mas vamos confiar! Trailer aqui.

 

As Sufragistas (Suffragette)

suffragette-2015-movie-poster.jpg

Gosto muito deste período histórico e gosto muito da história e da luta das sufragistas. Já li algumas coisas, já vi outros filmes sobre a luta pelos direitos das mulheres (recomendo Iron Jawed Angels) e gosto mesmo muito. É muito fácil tomar certas coisas como garantidas e esquecermo-nos daquilo que outras fizeram para que nós tenhamos aquilo que temos hoje. O direito ao voto é uma delas. Estreia a 5 de Novembro e conta com as três excelentes actrizes que estão no cartaz. O trailer está aqui

 

Star Wars: O Despertar da Força (Star Wars: The Force Awakens)

star-wars-the-force-awakens-37414-poster-xlarge-resized.jpg

Confesso que tenho medo. Muito medo. Porque pode vir a ser uma coisa fantabulástica ou algo muito mau. Vamos todos dar as mãos e pensar que é a primeira hipótese, sim? Será o filme do natal, estreia por cá a 17 de Dezembro e estou a tentar não ter grandes expectativas para isto, se bem que o trailer é awesome! Até me dá arrepios. *fangirla um bocadinho* Ora vejam lá.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Desafio 52 Semanas - Semana #21

por Diana M., em 17.09.15

1 (5).jpg

 Ser Teimosa

Eu gosto mais de dizer que sou persistente. Mas a minha mãe diz que sou teimosa. E as mães sabem tudo. 

 

Ser Desorganizada

Depende. Eu sou organizada na minha desorganização, e desde que eu saiba onde estão as coisas e o porquê daquela (des)ordem, para mim está tudo bem. Às vezes tenho a minha secretária mergulhada num mar de papéis e livros abertos, mas eu sei o que se passa ali e, por favor, não tentem arrumar! Mas é coisa que não agrada à maioria das pessoas.

 

Preguiça

É daquelas coisas que sei que vou ter que lutar a vida inteira. Sou tão preguiçosa... Mas só para as coisas mundanas que não trazem alegria a ninguém, tipo arrumar e limpar a casa, fazer a cama, levantar e pôr a mesa, passar a ferro, acordar cedo... Quando são coisas que quero e gosto de fazer, não há preguiça que me páre.

 

Roer as unhas

Atenção, que já estou melhor! O roer as unhas é uma manifestação dos meus nervos e da minha ansiedade. Em momentos de crise, lá iam as unhas e as peles todas, ficava com os dedos numa desgraça. Mas agora consigo controlar-me mais e de vez em quando até já pinto as unhas! Mas como ainda não larguei o "vício" completamente, tenho que o incluir aqui.

 

Barreiras demasiado altas

As minhas barreiras mentais, emocionais, o que lhe queiram chamar, são bastante altas. Tento dar-me bem com toda a gente, tento nunca criar inimizades porque a vida é demasiado curta e não vale a pena. Mas muito dificilmente deixo as pessoas entrarem na minha vida de forma completa. Não é que eu não seja eu própria quando estou com os outros. Sou, até porque fingir não é bem a minha onda e faço-o pessimamente. Mas não me dou a conhecer a 100%, não confio facilmente, não acredito nas boas intenções, tenho dificuldades a aceitar elogios. As relações humanas são, em geral, um pouco complicadas para mim, desde sempre, e por isso tenho essas barreiras por medo de me poderem magoar e eu acabar estropiada, no final. Como já aconteceu tanta vez.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Desafio 52 Semanas - Semana #20

por Diana M., em 09.09.15

1 (4).jpg

Aqueles dias...

... do mês pelos quais toda a mulher passa. Esta veio mesmo a calhar, porque hoje é um desses dias. Torno-me num verdadeiro monstro das bolachas. Tanto na parte do mau feitio como na vontade de comer bolachas e coisas doces a torto e a direito. Pelo menos eu sou assim. Estou com dores, estou desconfortável, só me apetece enfiar num buraco em posição fetal e esperar que isto passe. Por isso, deixem-me sossegada. E dêem-me doces. E miminhos. Porque o mau humor vem associado à carência afectiva, toda a gente sabe disso.

 

Quando sou contrariada

Desde criança. Quando sou contrariada para fazer alguma coisa ou se tenho que ir a algum sítio contrariada, a coisa não vai correr bem e é garantido que eu fique de trombas o dia todo.

 

Acordo cedo

Tudo o que seja anterior às 11h da manhã, para mim é cedo. E se é cedo, eu não vou estar bem disposta. Mau humor matinal devia ser o meu nome do meio, porque ninguém pode falar comigo de manhã. Eu não respondo e ainda fuzilo com o olhar.

 

Tenho fome

A base de uma vida feliz é isto: dormir e comer. Quando me negam estas coisas, 'tá o caldo entornado. Se começo a ficar com fome, os meus níveis de felicidade, paciência e bom-humor começam a decrescer. Lembram-se do burro do Shrek sempre a perguntar: "já chegámos? já chegámos?" A minha versão é "tenho fome, tenho fome, tenho fome".

 

Quando me deixam à espera

Atenção: uma coisa é algo inesperado ter acontecido e a pessoa chegar atrasada porque não teve outro remédio. Outra coisa é chegar atrasado por regra e deixar-me plantada, sozinha, à espera. Tira-me completamente do sério, passo-me!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Desafio 52 Semanas - Semana #19

por Diana M., em 04.09.15

balão4 (1).jpg

 De todó sempre??? Aqui vão:

 

sex-and-the-city.jpg

O Sexo e a Cidade - foi a primeira série que segui a sério, do princípio ao fim, que marcou o fim da minha adolescência e a entrada na idade adulta. Seguia religiosamente as aventuras de Carrie, Miranda, Samantha e Charlotte r depois ia discuti-los com as minhas amigas, no café e saídas à noite. Adorava e ainda adoro. Foi talvez a primeira série que vi que discutia a sexualidade feminina de forma aberta, sem clichés nem estereótipos, no contexto da vida de quatro mulheres independentes e bem sucedidas. 

 

grey.jpg

Anatomia de Grey - Sigo desde o início, sei a história de cada um, cada drama, cada alegria, pontos altos e baixos. E embora não tenha visto a temporada que veio a seguir ao desastre de avião que matou duas personagens, voltei a ganhar interesse por ela e a última temporada vi-a toda. Gosto imenso das personagens, da sua humanidade e das emoções que provocam, para além dos desafios médicos. Durante muito tempo quis ser cirurgiã, até aceitar a realidade de que não conseguia atinar com ciências, física, química e matemática. Ainda assim, adoro tudo o que diga respeito a medicina.

 

363965-big-bang-theory.jpg

Teoria do Big Bang - Não sou da área das ciências, mas o que eu adoro esta série! Tenho duas temporadas em atraso, é certo, estou farta de ver a repetição dos mesmos episódios no AXN, mas adoro todas estas personagens e as particularidades de cada um. Adoro o Sheldon, a Penny e o Leonard, fazem-me sempre gargalhar, mesmo que esteja mais em baixo.

 

DowntonAbbeySeason4-Cast.jpg

Downton Abbey - Adoro séries e livros que recriem determinadas épocas históricas, e o início do século XX é uma delas. Adoro esta família e todos os desafios que já enfrentaram. A mudança de mentalidades, a vida do "andar de cima" e do "andar de baixo", as várias dinâmicas dentro da família, as roupas, os cenários... adoro tudo! 

 

Xena.jpeg

Xena, a Princesa Guerreira - Como não? Ainda hoje quero ser como ela. Mítica, esta série. Mítica!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Peripécias

por Diana M., em 02.09.15

Quantos de vocês fizeram um entorse no polegar? Quantos??? Aposto que são aos milhões. 

E quantos o fizeram ao mudar uma cadeira de um lado para o outro? Aposto que o número dispara!

 

É isto. Eu, maneta, por causa de uma cadeira.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Leituras

A Ler


goodreads.com


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D