Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




As coisas que me passam pela cabeça

por Diana M., em 30.12.15

Nicki-Minaj-Says-Pink-Print-Will-Be-a-Blueprint (1).jpg

 

Gosto de algum hip-hop e rap, mas não sou fã. A primeira vez que vi a Nicki Minaj num vídeo pensei: "mais uma sem nada na cabeça, só mamas e rabo". Depois veio o vídeo e a música "Anaconda" que só reforçou ainda mais o meu pensamento. Mas depois pus a massa cinzenta a trabalhar a sério.

"Anaconda" parte de um sample de uma música chamada "Baby Got Back" do Sir Mix-a-Lot, cuja canção original começa com o poético verso: "I like big butts and I cannot lie". Ou seja: uma ode de um homem aos rabos das mulheres. E é só isto. Ora, se a música foi aceite e é tida, hoje, como um hino do hip-hop aos rabos grandes das gajas, porque raio uma gaja não pode fazer uma ode ao seu próprio rabo e ao sexo sem ser vista como uma vaca? Se é um homem a falar de sexo, de gajas boas e de as comer de todas as formas e feitios, está tudo bem. Mas valha-nos Deus uma gaja falar das mesmas coisas e nos mesmos termos!

Podem olhar para o vídeo e pensar que é sexista, que objectifica a mulher e que isso ainda é pior quando feito por uma mulher, que a Nicki Minaj é mais uma a ter uma imagem hipersexualizada e a servir-se disso para ter sucesso na música. Mas pensem melhor: numa época em que se fala tanto da mulher assumir a sua independência, a sua sexualidade, a ter poder sobre as escolhas que faz sobre o seu corpo... Faz sentido estarmos a condenar a Minaj? A imagem forte e agressiva são escolhas conscientes da parte dela. Quem se está a rir disto tudo é ela.

Deixemos a Nicki fazer músicas sobre o seu rabo, sobre as suas mamas, sobre andar a montar os gajos que quiser, sobre o seu poder e estatuto enquanto mulher no mundo do rap, maioritariamente masculino e machista. Nicki Minaj é uma feminista e ainda pouca gente percebeu isso. É mais fácil vê-la como uma vaca, que assim a ameaça é menor.

Confesso que começo a gostar da Nicki. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Crise

por Diana M., em 23.12.15

sinusite.jpg

Estão a ver aquela "nhanha" toda na cara do boneco? Devo estar igual, neste momento. Crise de sinusite nas vésperas do Natal era tudo o que eu queria. A sério.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Extravagância Natalícia

por Diana M., em 18.12.15

No outro post partilhei aqui prendinhas que queria ter no natal, mas coisas acessíveis. Hoje venho pôr aqui uma extravagância.

Quero um iPad.

iPad-128GB.jpg

Pronto. Já disse.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Filmes natalícios

por Diana M., em 14.12.15

Chega Dezembro e, com ele, o Natal e todo um conjunto de filmes que, para mim, estão associados a esta época e que gosto sempre de os rever. Seja porque têm um tema natalício, porque se passam durante esse período ou porque, durante anos, passavam na televisão repetidamente no dia de Natal.
Estes são os meus filmes favoritos para ver durante a época natalícia:

Love_Actually_movie.jpg

 

Love Actually (O Amor Acontece) (2003)

Como não podia deixar de ser. Desde há uns anos, não passo um Natal sem ver este filme. Adoro as várias histórias que nos são apresentadas, os actores, o facto de se passar, ora pois, no Natal, e pelo tema central que une todas as linhas narrativas: o amor. É um filme delicioso, engraçado e amoroso. Vejam!

 

1192630-the-holiday.jpg

The Holiday (O Amor Não Tira Férias) (2006)

Mais um cuja temática principal é o amor, o sentimento que une todas as pessoas independentemente da idade, nacionalidade, género, raça, etc. Todos queremos amar e ser amados e este é mais um film sobre o amor. Amanda (Cameron Díaz), que vive em Los Angeles, e Iris (Kate Winslet), que vive nos arredores de Londres, decidem trocar de casa durante duas semanas e é através dessa troca que descobrem o amor - durante a época natalícia também. Adoro os actores, as paisagens inglesas, as histórias de ambas e os momentos de humor. E o facto de Iris ser tão eu.

 

et--the-extra-terrestrial-movie-poster-1982-1020141470.jpg

 

E.T. (1982)

Como não? Este, para mim, é O filme natalício por excelência, que dava praticamente quase todos os natais antes de ser ultrapassado pelo Sozinho em Casa. Adoro este filme, acho que ainda hoje choro, e é um clássico do cinema. Durante anos quis um E.T. para mim...

 

MPW-50959.jpg

The Polar Express (O Expresso Polar) (2004)

Um filme de animação com uma história deliciosa sobre o significado do Natal. Uma aventura mágica onde os protagonistas são crianças que, durante a viagem no comboio expresso, aprendem lições valiosas sobre a amizade, a coragem e o espírito do Natal. É fantástico.

 

edward-scissorhands-movie-poster-1990-1020280845.jpg

 

Edward Scissor-Hands (Eduardo Mãos de Tesoura) (1990)

Olhem, vou já começar a chorar. É, talvez, o meu filme favorito do Tim Burton e do Johnny Depp. É de uma sensibilidade enorme, com uma estética muito própria, quem já viu os filmes do Tim Burton já sabe do que falo, e com uma história, de certa forma, trágica. É um filme muito bonito, com uma banda-sonora fantástica e com uma história inesquecível.

 

Aqui ficam as minhas sugestões cinematográficas para a quadra natalícia. Quais são as vossas?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Lista de Prendas Natalícias... algumas

por Diana M., em 01.12.15

Passei pelo blog da Ana e ao ver algumas wishlists dela pensei: faço ou não faço uma wishlist para o natal? Costumo fazê-la, por mais irrealista ou inantingível que ela possa parecer. Mas este ano, como ando um bocado mais cabisbaixa, pensei em não fazê-lo. Porém, como podem adivinhar, não estou a escrever um texto sobre o facto de não ir postar uma wishlist, porque vou!

Então aqui vai a minha lista de coisas que gostava de ter para o natal, sem coisas demasiado extravagantes.

Cuidados de pele

template_.jpg

Recomendações da senhora do blog mencionado anteriormente, a Máscara MartiDerm Pure Mask e o tónico La Roche-Posay Effaclar Lotion Astringente, por causa da dermatite seborreica. Depois, ainda dentro dos cuidados com a pele, gostava de experimentar o Óleo da The Body Shop Camomile Silky Cleansing Oil, para limpar e desmaquilhar o rosto. Já ouvi maravilhas, e queria substituir a espuma de limpeza que uso, também da mesma marca. Já em relação ao corpo, uma vez comprei uma mini body butter da linha Honeymania, e ando há imenso tempo para comprar uma grande, porque adoro! Adoro o cheirinho, a textura, a hidratação... A minha preferida é a de maracujá, mas esta está lá muito perto!

Maquilhagem:

template2.jpg

Primeiro, o rímel Better Than Sex da Too Faced, do qual tinha uma amostra, que me durou imenso, mas acabou há um mês. É, possivelmente, o meu rímel preferido e, por isso, gostava de apostar num full size. No que toca aos lábios, os tão afamados Cream Lip Stain da Sephora, que não saem nem por nada e aguentam-se o dia todo nos lábios, como já pude comprovar por uma amiga minha. Gostava de ter, em específico, a cor da foto, Marvelous Mauve. Depois, uma paleta de sombras da Zoeva: a Naturally Yours. De todos os produtos de maquilhagem, é de sombras que gosto mais. E, na verdade, já tenho sombras que me cheguem e sobrem, mas olhem... Gosto! Pronto. Por fim, pincéis: ando a mirar o Expert Face Brush, da Real Techniques, há que tempos e, mais recentemente, o conjunto de 12 pincéis de olhos da Zoeva.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Leituras

A Ler


goodreads.com


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D