Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Sugestão

por Diana M., em 21.02.16

hanibbal.jpg

 

Se gostam de:

investigação criminal

crimes violentos

simbolismo

cenas perturbadoras

psicologia

manipulação psicológica

pensarem que, por momentos, estão a alucinar

coisas que não têm ligação e que depois "oh meu deus, já percebi tudo!!" e afinal não perceberam nada e só nos últimos episódios é que se acendem as luzinhas todas e em formato sirene


Façam um favor a vós próprios e vejam o Hannibal. Acabei ontem a primeira temporada e nem tenho palavras. É só ge-ni-al.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Torturas

por Diana M., em 14.02.16

inquisition (5).jpg

 

"It is easy to hear the forlorn voice of the expert in medieval studies trying to object to the stereotypes here: 'How did you know they were medieval torture instruments? Do you realise that torture was illegal for much of the Middle Ages? That in fact this kind of thing really belongs to the Tudor period?' Warming to a theme, that medievalist might also want to add that the burning of witches was more a feature of the sixteenth century than the Middle Ages, and that on the whole, many practices we regard as barbaric were more prevalent in the Renaissance than in the preceding era.


That medievalist, of course, would be missing the point. In the popular view, instruments of torture are always medieval. So, too, is the burning of witches, and many another grotesque practice. This conception of the Middle Ages is deeply entrenched". - David Matthews, Medievalism: A Critical History, 2015 (p.13)

Isto não interessa a ninguém, chamem-me "geek" ou "nerd", não me interessa.
Mas tinha que vir partilhar ânsias do meu coração medievalista.
Tão isto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Das apresentações

por Diana M., em 12.02.16

Se me dissessem que eu estaria, a uma sexta-feira, a preparar uma apresentação oral do meu projecto de doutoramento para segunda-feira à tarde, sem ansiedade, eu diria que estariam a falar de outra pessoa que não eu.

 

'Cause I slay, I slay, I slay,

I slay, all day, I slay.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coisas da vida

por Diana M., em 08.02.16

Um momento de silêncio pelo facto de os Machine Head irem actuar no Coliseu de Lisboa, hoje à noite (daqui a sensivelmente pouco mais do que uma hora) e eu não ter podido ir. É só uma das minhas bandas preferidas de todó sempre. Vai ser um concerto tão awesome, e eu aqui...

5795735_orig.jpg

 Vou chorar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

A quem possa interessar

por Diana M., em 01.02.16

À procura de uma outra coisa, deparei-me com este vídeo. Alguém fez uma compilação de momentos de sabedoria da Oprah Winfrey e colocou-os num vídeo com o título "Oprah Winfrey's Top 10 Rules for Success". Eu não lhe chamaria bem isso, mas não venho aqui discutir títulos.

 

Sei que a Oprah divide opiniões, nem todos gostam - tudo bem. Eu não gosto de tudo, mas sinto que ela sabe do que fala em relação a algumas coisas e acho-a uma fonte de inspiração no que toca a alguns assuntos. Por isso venho partilhar algumas lições dela que eu achei útil.

 

A verdade é que, como pessoa insegura e ansiosa que sou, por vezes sinto-me assoberbada com tudo o que acontece na minha vida, e com tudo o que poderá vir a acontecer - mesmo sabendo que não tenho controlo sobre a maior parte das coisas, mesmo sabendo que algumas coisas são só projecções ou ideias que não sei se se irão concretizar. Vivo muito no "e se?", e o meu presente acaba por estar minado, cheio de stress e angústias que só me deixam debilitada a nível mental, emocional e físico, e que se manifestam noutros pensamentos também. E embora já tenha sido muito pior, o certo é que é difícil deixar hábitos e formas de pensar para trás, mesmo com consciência que eles nos fazem mais mal do que bem.

 

 

Mas para quem se encontra mais ou menos na mesma situação que eu, ou que precise de um vídeo de alguém que está mais à frente com conselhos úteis sobre como sermos melhores pessoas para nós próprios e não nos martirizarmos tanto, aqui fica a sô dona Oprah. Ás vezes é preciso ouvir estas coisas para nos lembrarmos de parar - respirar - continuar. Para perceber que as coisas não são tão más ou tão graves como pensamos. Para nos valorizarmos. Para sermos mais compassivos e tolerantes - com os outros e connosco. Até para nos acalmarmos. Todos estamos a travar lutas dentro de nós. "Relax - it's going to be okay".

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Leituras

A Ler


goodreads.com


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D