Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dramas de Primeiro Mundo

Dramas de Primeiro Mundo

28.Dez.16

Balanço 2016 - Filmes

Diana M.

Pois que ainda estou viva!!

A verdade é que tempo é algo que cada vez tenho menos e, por isso, o blog tem andado abandonado. Mas, como estamos no final do ano, em jeito de balanço e para minha memória futura, vou deixar aqui alguns números, e não só, sobre 2016 quanto a livros, séries e filmes. Aqui fica o primeiro post deste balanço, sobre os filmes que vi durante este ano.

 

Este ano vi um total de 12 filmes. Julgava ter visto mais, sinceramente, mas pelos vistos foram só 12, que dá uma média de um por mês. Na sua maior parte foram filmes que estrearam este ano, mas incluí filmes que vi pela primeira vez também. Faltam aqui muitos filmes que queria ter visto, mas não vi, incluindo filmes que já estrearam noutros anos. Mas como o tempo não dá para tudo, fica a esperança de os conseguir ver durante o próximo ano.

Ficam, então, aqui os filmes que vi este ano:

 

1 (1).jpg

Predestination (2014) - Um filme de ficção científica sobre viagens no tempo e um detective que anda no encalço de um terrorista na esperança de o poder travar antes de ele efectuar um atentado. É claro que, num filme sobre viagens no tempo, nada é assim tão simples e nada é o que parece. Adorei o filme, é daqueles que chegamos ao fim e dizemos "o que raio acabei eu de ver?!"

 

Chappie (2015) - Um filme também de ficção científca com robôs e sobre a sua ligação com os humanos. Chappie é um robô adorável, com sentimentos e o filme joga, precisamente, com essa questão: serão os robôs capazes de ter consciência e de sentir?

 

Deadpool (2016) - Com o anti-herói da Marvel, Deadpool é um filme cheio de acção e super divertido, que explora e goza com todos os clichés dos super-heróis, com o fabuloso sentido de humor negro da personagem principal. A não perder!

2.jpg

The Martian (2015) - Depois de ter lido o livro, no ano passado, este ano vi, finalmente, o filme. Achei o Matt Damon perfeito no papel de Mark Watney e achei o filme super fiel ao livro. Mais um filme de ficção científica que lida com o fascínio que temos pelo espaço e por tentar criar um sistema que permita sustentar a vida humana em Marte.

 

Batman vs. Superman: Dawn of Justice (2016) - Eu adoro o Batman, é o meu herói favorito de sempre. A-DO-RO. Menos aqui. O meu Batman será, para sempre, o Christian Bale, e o Christopher Nolan fez três filmes fantásticos do Batman. Neste, parece que morre tudo um pouco e lembro-me de estar a penar no cinema, até, mais ou menos, aos 45 minutos finais, onde entra a Wonder Woman, que salva tudo e é fabulosa.

 

Maleficent (2014) - Neste filme conta-se a história de Maléfica, a "bruxa má" da Bela Adormecida. Vemos o seu percurso antes de se tornar numa das maiores vilãs da Disney, o porquê da sua transformação e o que advém dela. Também gostei bastante, porque se tenta justificar a malvadez da personagem, mostrando um outro lado que ninguém conhecia e que há sempre hipóteses de redenção.

3.jpg

Suicide Squad (2016) - Este filme é uma lufada de ar fresco no que toca aos filmes de super-heróis. Para salvar a humanidade de um mal maior, vão-se buscar os piores vilões de sempre, que não têm nada a perder... É uma premissa bastante interessante, que nos presenteia com momentos tão bons e personagens deliciosas como a Harley Quinn e o Deadshot, os meus preferidos. E vamos não falar da banda sonora...

 

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children (2016) - Adaptação do livro com o mesmo nome pela parte de Tim Burton. Depois de ter lido o livro fui ver o filme. Gostei do filme, apesar de haver bastantes diferenças, principalmente no final que é completamente diferente do final do livro.

 

Macbeth (2015) - Esta trata-se de uma das minhas peças favoritas de Shakespeare e não tinha como eu não ver este filme, ainda por cima com Michael Fassbender e a Marillon Cotillard. Adorei o filme, achei que os dois estão perfeitos nos seus papéis, e adorei a aura agoirenta que permeia praticamente todas as cenas do filme. Aconselhado a quem gosta de Shakespeare.

4.jpg

Amy (2015) - Este é um documentário sobre a vida de Amy Winehouse, sobre tudo aquilo que fez dela o que ela era e que levou, de forma inevitável, à sua queda. É uma história triste e trágica, sobre alguém que precisava de ajuda que nunca teve. Um talento que se perdeu e uma vida que se extinguiu de uma forma estúpida, e um documentário que deixa, precisamente, esse sentimento.

 

Ex-Machina (2015) - Mais um filme de ficção científca sobre humanos e robôs, sobre a capacidade das máquinas igualarem os humanos não só na parte física, mas também na parte mental e emocional. Gostei bastante, põe questões muito interessantes sobre o homem e a tecnologia.

 

Star Wars: Rogue One (2016) - Visto ontem, umas horas antes da terrível notícia da morte da Carrie Fisher. Gostei muito deste filme, de mais uma história no universo de Star Wars, que antecede a trilogia original dos episódios IV, V e VI. E aquele final ganha toda outra dimensão, que deixa qualquer pessoa de coração apertado.

2 comentários

Comentar post