Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dramas de Primeiro Mundo

Dramas de Primeiro Mundo

19.Mai.17

Chris Cornell, ou como senti que perdi um amigo

Diana M.
A morte de Chris Cornell afectou-me. Mais do que eu esperava, embora não a esperasse tão depressa. Chris Cornell era vocalista de uma banda que marcou a minha adolescência, os Soundgarden e de outra, anos mais tarde, com os membros que restavam dos Rage Against the Machine, com os quais formou os Audioslave. Teve, ainda, vários álbuns a solo e um enquanto membro dos Temple of the Dog, com membros dos Pearl Jam. O talento de Cornell era inegável. A sua voz era única e as suas (...)
12.Fev.16

Das apresentações

Diana M.
Se me dissessem que eu estaria, a uma sexta-feira, a preparar uma apresentação oral do meu projecto de doutoramento para segunda-feira à tarde, sem ansiedade, eu diria que estariam a falar de outra pessoa que não eu.   'Cause I slay, I slay, I slay, I slay, all day, I slay.
09.Out.15

Da teimosia e dos transtornos mentais

Diana M.
 Há uns tempos, naquele desafio das 52 semanas, listei como um dos meus defeitos a teimosia. Gosto de provar a mim mesma que sou capaz e que vou conseguir fazer as coisas sem ajuda, sem muletas, sem recorrer a algo mais do que a mim mesma. Coisas que quero fazer, que gosto de fazer, mas que, de alguma maneira, se tornam verdadeiras corridas de obstáculos porque o meu cérebro decide que sim. As últimas semanas têm sido verdadeiras montanhas russas emocionais, com a ansiedade a (...)
30.Out.14

Update do último post

Diana M.
Apresentação feita. De manhã acordei de uma noite bem dormida - o ansiolítico não me deu sono, mas ajudou-me a dormir mais profundamente e sem interrupções durante a noite - por isso senti-me bem de manhã. Tinha aquele nervoso normal de alguém que não gosta de falar em público, mas para mim o nervoso normal é algo espectacular, porque eu só tenho a experiência de coisas extremas. Por isso, nervoso miudinho é bom.Não necessitei de tomar outro ansiolítico, mas levei um na (...)
30.Out.14

Eu e os Ansiolíticos

Diana M.
Como já perceberam por alguns posts neste blog, eu sofro de um distúrbio de ansiedade. Há já bastante tempo que ele não se manifestava, mas nos últimos tempos a coisa parece ter sofrido um revés, e a ansiedade veio instalar-se mais uma vez. Sofro disto desde pequena, estou "habituada" e (...)
11.Out.14

Quase de volta ao normal

Diana M.
Já consigo comer comida de gente.Já me consigo concentrar nas leituras (pelo menos nas da faculdade).Já gargalhei.Já consigo dormir a noite toda. Ou pelo menos até a minha gata decidir vir chatear-me...Things are becoming normal again.
07.Out.14

The Positive?

Diana M.
Sabem aquela frase dos Monty Python "always look on the bright side of life"? Então, uma das coisas positivas deste ataque de ansiedade dos últimos dias: ter perdido a maior parte da barriga que tinha e ter-me aproximado do meu peso ideal. Não, não é das melhores formas de perder peso, mas aconteceu. Let's just enjoy it.
02.Out.14

Estratégia para a próxima semana

Diana M.
Como a próxima semana é provável que a passe com algumas crises de ansiedade, um dos meus truques é planear algumas coisas para mim, de forma a não achar que a minha vida é um vazio, e para me obrigar a manter-me ocupada, por mais vazias de conteúdo as actividades possam ser. O objectivo é manter a cabeça ocupada com outras coisas e fazer com que as horas passem mais depressa. Então vejamos:1. Ler os textos da primeira aula (que faltei) do seminário do doutoramento2. Ver Theory (...)
01.Out.14

Ansiedade

Diana M.
Não estou, decididamente, habituada a ter ataques de ansiedade.Ou seja, estou. Mas há tanto tempo que não tinha um (há anos, really, nem no dia da defesa da minha tese, no ano passado, nem quando tive que apresentar uma comunicação numa conferência, há dois anos) que já não estou habituada.Correndo o risco de parecer "mariquinhas", está-me a dar isto porque os meus pais vão passar uma semana fora, na terra dos meus avós, no Alentejo. As vezes que eles já fizeram isto e não (...)