Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dramas de Primeiro Mundo

Dramas de Primeiro Mundo

13.Nov.17

Outras Vistas

Diana M.
Uma vez que durante o fim-de-semana quase fritei o meu cérebro com coisas relacionadas com o meu doutoramento, resolvi que hoje, segunda-feira, meu dia de folga, iria dar folga ao meu cérebro também. É preciso equilibrar as coisas e, apesar do doutoramento ser uma das minhas prioridades e de ter que aproveitar quando tenho tempo para ler/escrever, também há que reservar tempo para mim - seja para ver filmes, ler, ver vídeos de gatinhos no youtube, o que quer que seja que me ajude (...)
16.Set.17

Regresso às aulas

Diana M.
Na próxima semana começam as aulas na Universidade. Continuo a sentir um formigueiro quando chega a esta altura, porque ainda me lembro de quando era mais miúda e o início do ano lectivo figurava-se como o início de um período de oportunidades. De algumas ansiedade e inseguranças, mas também de rever os meus amigos, de usar o novo material escolar que os meus pais compravam, de usar algumas roupas novas, da vinda do outono, do tempo mais frio, de voltar a ter uma rotina. A parte (...)
08.Abr.17

Depois de uma semana de trabalho...

Diana M.
(foto de minha autoria) E eis que se passou a primeira semana de trabalho. Conclusões? Recomeçar a ir a pé para a faculdade, de manhã (é aproveitar enquanto está bom tempo!)Como vou mais cedo, vou a horas de ouvir o Rebenta a Bolha e as Baladas do Dr. Paixão, na Rádio Comercial. Adoro! Deixa-me sempre de bom humor.Ir de comboio na hora de ponta, de manhã (à tarde já estava habituada, mas de manhã ia um pouco mais tarde). E voltei a lembrar-me de como odeio pessoas no comboio, (...)
24.Mar.17

Voltas e Reviravoltas

Diana M.
  (Woman and the Sea, de Will Barnet) Ia escrever um post. Já ia quase a meio, mas acabei por apagá-lo. Ia escrever sobre a volta que a minha vida vai dar porque, finalmente, consegui uma oportunidade de estar a trabalhar no centro de investigação a que pertenço. Vou ganhar dinheiro, vou fazer coisas e, mais importante, vou ser financeiramente independente. Ia falar da precariedade no ambiente académico, ia falar daquilo que vejo todos os dias, mas achei que não era disso que eu (...)
14.Abr.16

Actualizações

Diana M.
Parece que, ultimamente, ando ao ritmo de um post por mês. É mau sinal para o blog, é bom sinal para mim. Sinal de que as coisas estão a mexer e de que estou ocupada.Anyway... Ando a ler isto:No Kobo. Mas a gostar tanto, que encomendei a versão em papel e ando a arrastar a leitura só pelo prazer de o ler em papel. Tem "só" 1200 páginas... E acabei de ver isto:Porra, que grande série. Há muito tempo que uma série não me enchia tanto as medidas. Vejam Hannibal, que é genial. E (...)
11.Mar.16

Citação

Diana M.
 Yes, I am sometimes afraid, but I am also brave. And, yes, I am imperfect and vulnerable, but that doesn't change the truth that I am worthy of love and belonging.- Brené Brown A minha próxima aposta literária.Para quem não conhece, a senhora também tem TEDTalks e coisas que tais. Vejam.Esta é uma das minhas palestras favoritas: "Why Your Critics Aren't The Ones Who Count".Mas comecem por esta:
14.Fev.16

Torturas

Diana M.
 "It is easy to hear the forlorn voice of the expert in medieval studies trying to object to the stereotypes here: 'How did you know they were medieval torture instruments? Do you realise that torture was illegal for much of the Middle Ages? That in fact this kind of thing really belongs to the Tudor period?' Warming to a theme, that medievalist might also want to add that the burning of witches was more a feature of the sixteenth century than the Middle Ages, and that on the whole, many (...)
01.Fev.16

A quem possa interessar

Diana M.
À procura de uma outra coisa, deparei-me com este vídeo. Alguém fez uma compilação de momentos de sabedoria da Oprah Winfrey e colocou-os num vídeo com o título "Oprah Winfrey's Top 10 Rules for Success". Eu não lhe chamaria bem isso, mas não venho aqui discutir títulos.   Sei que a Oprah divide opiniões, nem todos gostam - tudo bem. Eu não gosto de tudo, mas sinto que ela sabe do que fala em relação a algumas coisas e acho-a uma fonte de inspiração no que toca a alguns (...)
02.Set.15

Peripécias

Diana M.
Quantos de vocês fizeram um entorse no polegar? Quantos??? Aposto que são aos milhões.  E quantos o fizeram ao mudar uma cadeira de um lado para o outro? Aposto que o número dispara!   É isto. Eu, maneta, por causa de uma cadeira.