Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dramas de Primeiro Mundo

Dramas de Primeiro Mundo

28.Mai.18

Eu e o exercício físico

Diana M.

Ora... A bem dizer, a minha relação com o exercício físico é inexistente. Praticamente desde que acabei o secundário que nunca mais pratiquei nenhum tipo de exercício físico. Motivo? Preguiça. Não tenho mesmo outra desculpa, é preguiça. Acho que na escola me senti sempre um pouco desajeitada. Nunca fui boa a educação física, havia coisas das quais eu não gostava ou não conseguia fazer, por isso era sempre algo que me causava ansiedade. Ainda fiz atletismo dos 10 aos 12, não era nada de especial, mas depois o professor mudou e eu não gostava dele, por isso desisti. Também me interessei pelo volley no secundário, cheguei a inscrever-me na equipa da minha escola, mas fui acabei por sair de lá porque as notas começaram a baixar e isso não podia ser. Depois disso nunca mais me interessei por nada.

 

No entanto, reconheço a importância do exercício físico e já há algum tempo que queria fazer alguma coisa. Não porque queira perder peso, não é essa a minha preocupação, mas porque tenho uma vida demasiado sedentária (como a maioria das pessoas), tenho alguns problemas na coluna e queria manter-me em forma. Durante a semana passada tive uma crise de ciática em que só me apetecia mandar-me para o chão com tantas dores que tinha. Em conversa com uma amiga que faz hidroginástica, ela disse-me (tal como o meu ortopedista, portanto para mim não era nada de novo) que devia experimentar hidroginástica. Aquilo ficou-me na cabeça mais tempo do que ficou das outras vezes todas em que pensei em inscrever-me em alguma coisa. Por isso, resolvi que me vou inscrever. Quero ver se começo já em junho, mas ainda tenho de comprar aquilo que preciso. Quero fazer hidroginástica, mas a modalidade de inscrição que vou fazer permite-me, também, experimentar qualquer outra aula em qualquer horário e a qualquer dia da semana. Por isso, fico com oportunidade de experimentar yoga ou pilates, que são aquelas que tenho mais curiosidade, se me apetecer.

 

Acho que o exercício físico, seja ele qual for, é importante - não só para o corpo, mas também para a mente. Por isso, vamos a ver como corre esta nova experiência. Espero conseguir manter-me motivada, lutar contra a preguiça e ir todas as semanas.

2 comentários

Comentar post